26/09/13

BROWNIE DE CHOCOLATE COM CASTANHA

Brownie de chocolate com castanha


Ingredientes:
Manteiga sem sal, 340 g
Chocolate meio amargo, 570
Ovos, 8
Açúcar, 700 g
Farinha de trigo, 570 g
Castanha de baru, 100 g
Sal, 1 pitada
Fermento em pó, 1 colher (sopa)
Açúcar de confeiteiro para polvilhar, q/n
 
Modo de Fazer 
Derreta o chocolate com a manteiga. Com a raquete da batedeira, bata os ovos com o açúcar até dobrar o volume.  Junte a farinha aos poucos, batendo em velocidade baixa. Cuidadosamente, junte a mistura do chocolate com a manteiga, o sal, fermento e as castanhas. Coloque a massa em uma assadeira untada com manteiga e farinha. Asse em forno preaquecido a 150ºC por 15 minutos. Deixe esfriar, corte em quadrados, polvilhe açúcar de confeiteiro e sirva acompanhado de sorvete de baunilha. (http://www.bemsimples.com/br/receitas/)

02/09/13

TORTA CREMOSA DE PALMITO

Torta Cremosa de Palmito
Aprenda a fazer essa torta salgada com um delicioso recheio cremoso de palmito
Ingredientes
     
Para a massa:
Farinha de trigo, 2 xícaras (chá)
Manteiga ou margarina, 150 g 
Iogurte natural, 200 g 
Sal, 1 colher (chá) 
Gema, 1 para a receita e 1 para pincelar

Para o Recheio:
Azeite, 3 colheres (sopa) 
Cebola, 1 unidade
Tomate, 1 unidade
Palmito, 550 g 
Azeitonas, 150 g 
Ervilha, 200 g 
Requeijão cremoso, 180 g 
Farinha de trigo, 1 colher (sopa) 
Sal e pimenta, a gosto
Salsa e cebolinha, a gosto
Passos
Massa  
Em um recipiente, coloque a farinha de trigo (reservando uma pequena quantidade), a manteiga ou margarina, o sal, a gema e o iogurte. Misture com as mãos e, se for necessário, utilize a farinha reservada para dar o ponto.


Deixe, então, a massa descansar por, aproximadamente, 10 minutos, coberta com um pano.


Recheio
Em uma panela, aqueça o azeite e refogue a cebola. Depois, junte o tomate picado e frite.


Adicione o palmito, a ervilha, as azeitonas, o sal e a pimenta, e continue refogando.


Acrescente o requeijão cremoso, a salsa, a cebolinha e a farinha, e cozinhe por alguns minutos. Em seguida, coloque em um recipiente e reserve.


Montagem
Abra parte da massa com auxílio de um rolo e coloque em uma assadeira redonda (nº 24) de fundo falso.


Sobre ela, coloque o recheio já frio.


8 
Abra o restante da massa e cubra a torta. Pincele com a gema e, por fim, leve ao forno preaquecido (180ºC) por 35 minutos. 

Dica: você pode trocar o recheio se preferir, substituindo o palmito pela mesma quantidade de atum, frango, bacalhau, camarão ou legumes. Também fica uma delícia. 

(Programa da Palmirinha Onofre)

30/08/13

RETORNO

" MEU CANTINHO DE RECEITAS DELICIOSAS", 

"Após uma maratona de sessões com psicóloga e neurologista, obtive no dia 14.03. a confirmação do diagnóstico de minha querida  mamãe: " demência mista (demência vascular em decorrência dos eventos de isquemia  e a demência de Alzheimer. Por conseguinte, as mudanças em minha vida estão ocorrendo de forma tão acelerada, que muitas vezes não consigo processar toda esta avalanche de acontecimentos. As consequências são muitas vezes desastrosas, com reflexos na saúde e no próprio bem estar. É bastante visível a evolução da doença com a perda cognitiva em múltiplos domínios: atenção, memória, linguagem, temporalidade e eventos recentes. Como isto é sofrido, é uma dor tão profunda, que muitas vezes tenho receio de não suportar"

" A vida realmente é cheia de surpresas, algumas boas e outras bastante sofridas. Estou  passando “por longas e silenciosas metamorfoses”, transfiguradas com muito sofrimento.  É o sofrimento da alma que nos torna totalmente impotentes para mudar a realidade". 

" Este é um momento de muita “doação”, no sentido de uma dedicação maior, amor acima de tudo. Hoje me vejo outra pessoa, foi preciso passar por muita dor para compreender e aceitar  que a doença de Alzheimer  é irreversível, não existe a cura".

" Desconhecedora da Doença de Alzheimer, criei um novo BLOG: "ALZHEIMER SENTIMENTOS E EMOÇÕES DO CUIDADOR",  buscando mergulhar nesta minha nova realidade de CUIDADORA. ( http://alzheimereocuidador.blogspot.com.br/)

" Aos poucos retornarei ao meu querido blog, que mais do que nunca será como um bálsamo para aliviar tanta dor".

"Obrigada pelo o número de seguidores e visitas recebidas e como sempre,  sintam-se à vontade no "MEU CANTINHO DE RECEITAS DELICIOSAS".

12/05/13

OMELETE ESPANHOLA



A omelete espanhola já faz parte da nossa mesa há muito tempo... Ela é sempre uma prática e boa opção que dá até pra servir só com uma saladinha e garantir uma refeição completa, com todos os grupos. Mas desta vez eu variei um pouco e incrementei com ingredientes que não fazem parte da receita tradicional, e que besteira a minha de nunca ter feito isso antes, viu... Afinal, a melhor parte de cozinhar é poder mudar uma receita e deixá-la ao nosso gosto. Você vai precisar de uma panela ou frigideira que possa ir ao forno, já que ela é cozida em duas etapas. Providenciada a panela, vamos à receita:
  • 4 ovos
  • 2 batatas pequenas (ou uma grande) cortadas em cubos grandes e cozidas (com a casca)
  • 1 xícara de queijo de sua preferência cortado em cubos
  • 1 talo de alho poró fatiado (se não tiver, pode usar 1 cebola pequena)
  • 1 xícara de shitake cortado em fatias finas (eu usei o fresco, mas você pode usar o seco hidratado em água quente por 30 minutos ou trocar por outro cogumelo de sua preferência)
  • 1 fio de azeite para refogar
  • 1 colher generosa de manteiga
  • Sal e pimenta do reino à gosto
  1. Refogue o alho poró com o shitake em um fio de azeite
  2. Em uma tigela bata os ovos, junte as batatas cozidas, o queijo e o shitake refogado com o alho poró
  3. Tempere com sal e pimenta à gosto
  4. Pré-aqueça o forno a 180 graus
  5. Derreta a manteiga na panela/frigideira em fogo médio, despeje a mistura de ovos, tampe a panela
  6. Assim que as laterais começarem a dourar, apague o fogo e transfira a panela/frigideira para o forno 
  7. Deixe assar até que o centro da omelete esteja firme, espere esfriar um pouco e transfira-a para um prato
  8. Sirva a seguir
Ela fica assim, douradinha por fora e super recheada por dentro.
http://www.pitadinha.com/

06/05/13

CAMARÃO COM MOLHO PICANTE DE ALHO

Camarão com molho picante de alho

Ingredientes
1 1/2 libras cozidas grande camarão
3 colheres de sopa de molho de soja
2 colheres de sopa de molho de pimenta
2 colheres de chá de óleo de gergelim
2 colheres de chá de vinho de arroz chinês ou xerez seco
1 colher de chá de açúcar
2 colheres de sopa de azeite de oliva
4 dentes de alho amassados ​​ou picada
1 pitada de pimenta preta recém-ground
1 cebola cortada em fatias finas

Modo de fazer

Descasque os camarões, deixando os segmentos da cauda intacta.  Em uma tigela pequena, misture o molho de soja, molho de pimenta, óleo de gergelim, vinho de arroz, e açúcar e reserve. Em uma wok ou frigideira grande, aqueça o azeite em fogo médio-alto. Frite o alho até perfumado, aproximadamente 30 segundos. Acrescente o camarão e cozinhe até que ambos os lados são cor de rosa, cerca de 2 minutos de cada lado.Adicione a mistura de molho e mexa para que o camarão está totalmente revestido.Tempere com pimenta preta. Retire do fogo e decore com cebolinha picada. Sirva com arroz ou legumes
http://appetiteforchina.com/

04/05/13

SOPA DE CENOURA

















Ingredientes
3 batata(s) média(s) 
1 cebola(s) média(s) 
1 pitada(s) de gengibre em pó 
1/2 limão(es) 
1/2 colher(es) de chá de tomilho seco 
5 cenoura(s) média(s) 
2 colher(es) de sopa de óleo de canola 
2 dente(s) de alho 
1/2 colher(es) de chá de curry em pó 
1 ½ colher(es) de chá de sal 
1 colher(es) de chá de molho SHOYO LIGHT 
2 colher(es) de sopa de salsinha 

Modo de Preparo
Iniciar o Preparo 
1. raspar e lavar bem 5 cenoura(s) média(s), picar em rodelas, descascar 3 batata(s) média(s) e picar em rodelas. reservar.
2. em uma panela grande colocar 2 colher(es) de sopa de óleo de canola, 1 cebola(s) média(s) picada(s), 2 dente(s) de alho picado(s), deixar dourar.
3. acrescentar as cenouras e as batatas reservadas, colocar a metade de 1/2 colher(es) de chá de curry em pó (ver dica) e 1 pitada(s) de gengibre em pó, cozinhar cobertos com água fervente por 20 a 30 minutos aproximadamente.
4. retirar do fogo, deixar amornar e bater no liquidificador com a água do cozimento. 
5. voltar ao fogo com o restante do curry, adicionar 1/2 limão(es) espremido, 1/2 colher(es) de chá de tomilho seco, 1 ½ colher(es) de chá de sal e 1 colher(es) de chá de molho inglês, deixar ferver por 15 minutos aproximadamente. 
6. servir imediatamente com uma rodela de limão bem fina e 2 colher(es) de sopa de salsinha picada por cima. 
http://www.anitanutricionista.com.br/

TIPOS DE AÇUCAR















As principais diferenças aparecem no gosto, na cor e na composição nutricional de cada tipo. A regra básica é a seguinte: quanto mais escuro é o açúcar, mais vitaminas e sais minerais ele tem, e mais perto do estado bruto ele está. A cor branca significa que o açúcar recebeu aditivos químicos no último processo da fabricação, o refinamento. Apesar de esses aditivos deixarem o produto bonitão, eles também "roubam" a maioria dos nutrientes. Só para dar um exemplo, em 100 gramas de um açúcar bem escuro, o mascavo, existem 85 miligramas de cálcio, 29 miligramas de magnésio, 22 miligramas de fósforo e 346 miligramas de potássio. Para comparar, na mesma quantidade de açúcar refinado, aquele tipo branco mais comum, a gente encontra no máximo 2 miligramas de cada um desses nutrientes. A matéria-prima do nosso açúcar, você sabe, é a cana. Antes de chegar à nossa mesa, a planta passa por diversas etapas de fabricação. Primeiro, ela é moída para extrair o caldo doce. Depois, começa a purificação, em que o caldo é aquecido a 105 ºC e filtrado para barrar as impurezas. Em seguida, o caldo é evaporado, vira um xarope e segue para o cozimento, onde aparecem os cristais de açúcar que a gente conhece. Por último, os tipos mais brancos de açúcar ainda passam pelo refinamento, quando o produto recebe tratamentos químicos para melhorar seu gosto e seu aspecto. O resultado final é o açúcar em cristais, mas, se você moldar e comprimir os cristais com xarope de açúcar, dá para fabricar açúcar em torrões. Além da cana, há açúcar nas frutas e no milho (a frutose) e no leite (a lactose). A beterraba é outra fonte de açúcar, mas tem um processo de extração diferente. Ela é popular na Europa: como lá não tem cana, a beterraba entrou na dança.

Tipos de açucares:

Tipos claros recebem tratamento químico e possuem menos nutrientes

De confeiteiro
Tem cristais tão finos que mais parecem talco de bebê. excelente para fazer glacês e coberturas. O segredo é o refinamento sofisticado, que inclui uma peineragem para obter os minicristais e a adição de amido de arroz, milho ou fosfato de cálcio para evitar que os minicristais se juntem novamente

Orgânico
É diferente de todos os outros tipos porque não ultiliza ingredientes artificiais em nenhuma etapa do ciclo de produção, do plantio à industrialização. O açúcar orgânico é mais caro, mais grosso e mais escuro que o refinado, mas tem o mesmo poder do adoçante

Light
Durge da combinação do açúcar refinado com adoçantes artificiais, como o aspartame, o ciclamato e a sacarina, que quadruplicam o poder de adoçar. Um cafezinho só precisa de 2 gramas de açúcar light para ficar doce, contra 6 gramas de açúcar comum. Por isso, que consome o açúcar light ingere menos calorias

Líquido
É obtido pela dissolução do açúcar refinado em água. Usado em bebidas gasosas, balas e doces, o açúcar líquido não é vendido em supermercados. Uma das vantagens é que ele não precisa ser estocado em sacos, diminuindo o risco de contaminação com poeira e microorganismos

Frutose
É o açúcar extraído das frutas e do milho. Sem precisar de nenhum aditivo, frutose é cerca de 30 mais doce que o açúcar comum, mas ela engorda sem oferecer uma vitaminazinha sequer. A maior parte da frutose vendida no Brasil é importada e tem preços meio amargos

Refinado
Também conhecido como açúcar branco, é o açúcar mais comum nos supermercados. No refinamento, aditivos químicos como o enxofre tornam o produto branco e delicioso. O lado ruim é que esse processo retira vitaminas e sais mineirais, deixando apenas as "calorias vazias" (sem nutrientes)

Mascavo
É o açúcar bruto, escuro e úmido, extraído depois do cozimento do caldo de cana. Como o açúcar mascavo não passa pela etapa de refinamento, ele concerva o cálcio, o ferro e os sais mineirais. Mas seu gosto, bem parecido com o do caldo de cana, desagrada a algumas pessoas

Cristal
É o açúcar com cristais grandes e transparentes, difíceis de serem dissolvidos em água. Depois do cozimento, ele passa apenas por um refinamento leve, que reira "só" 90% dos sais mineirais. Por ser econômico e render bastante, o açúcar cristal sempre aparece nas receitas de bolos e doces

Demerara
Também usada no preparo de doces, esse açúcar de nome estranho é um dos tipos mais caros. Ele passa por um refinamento leve e não recebe nenhum aditivo químico. Por isso, seus grãos são morrom-claros e têm valores nutricionais altos, parecidos com os do açúcar mascavo.
http://www.anitanutricionista.com.br/